Heineken encerra atividades e provoca demissões na Bahia



Sob a justificativa de manter a sustentabilidade econômica, a fábrica da cervejaria holandesa Heineken encerrou as atividades na Bahia. A empresa atuava no município de Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetro de Salvador. A decisão foi divulgada pelo grupo na quarta-feira (15). Em entrevista ao G1, o presidente do Sindicato das Indústrias de Cerveja e Bebidas da Bahia, Roberto Santana, afirmou que o encerramento das atividades causa a demissão de 126 funcionários. Ele acrescenta que os trabalhadores já foram informados da decisão e que todos tiveram alguns benefícios assegurados após negociações com a empresa. "Terão direito a seis meses de assistência médica, a seis meses de vale-alimentação no valor de R$ 150. A Heineken também se comprometeu a dar apoio na recolocação profissional dos trabalhadores", diz. A fábrica de Feira de Santana foi inaugurada em 1994. À época, era denominada Cervejarias Kaiser. Em 2010, começou a ser gerida pela Heineken após tomada do controle acionário e chegada ao Brasil.

Fonte G1 Bahia

Postagens Relacionadas
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »